Vitalino e Nós no Barro

Uma homenagem ao Mestre do Barro.
Ceramista popular e músico, Mestre Vitalino ficou conhecido pela originalidade de suas peças com figuras inspiradas em cenas do cotidiano rural e urbano, nos rituais e no imaginário popular sertanejo.

Projeto Animação

Animação |  12 minutos |  35 mm  |  ES |  2008

Técnicas Utilizadas

2D, Pixilation, Stop Motion, Técnica Mista

Making Of

Cine Educação

Nossa cartilha propõe atividades
referentes a este filme.

Produção
Instituto Marlin Azul / Projeto Animação

Direção, Roteiro e Animações
Alunos da Rede Municipal de Vitória

Orientação de Roteiro
Luelane Corrêa

Orientação de Animação
Rosaria

Produção Executiva
Beatriz Lindenberg

Direção de Produção
Lucia Caus Delbone

Coordenação de Produção
Gabriela Nogueira
Patricia Cortes

Coordenação de Oficinas
Yvana Belchior

Narração
Alunos do Núcleo Animazul

Trilha Sonora
Orquestra Jovem da Academia de Ensino e
Banda de Congo Mirim da Ilha

Edição e Finalização
Rosária
Érica Valle

Tratamento de Imagens e Sonoplastia
Ariane Piñeiro
Marinéia Anatório
Thiago Lessa

Monitores das Oficinas
Ariane Piñeiro
Benício Ramos
Marinéia Anatório

Edição de Som e Mixagem
Kiko Miranda

Making Of
Felipe Santos Neves
Nildo Neves
Orlando da Rosa
Farya

Fotos
Orlando da Rosa Farya
Sergio Cardoso

Créditos
Hélio Coelho
Nildo Neves

Assessoria de Comunicação
Renata Rocha
Sandra Daniel
Silvio Alencar

2008 – 15º Vitória Cine Vídeo – Cine Galpão Itinerante (ES) 

2009 – 13º Cine PE – Exibição especial na noite de encerramento do Festival

2009 –Baixada Animada- IV Mostra de Cinema de Animação da Baixada Fluminense (RJ)

2009 –Cine Cufa (RJ)

2009 –5º Mosca – Mostra Audiovisual de Cambuquira (MG)

2009 –9° Curta-Se – Festival Ibero-americano de Cinema de Sergipe (SE) –  Prêmio: Melhor 35mm – Temática Nordestina, na categoria Júri Oficial;

2009 –Anima Muni (RJ/SP) – Rio de Janeiro,  São Paulo

2009 –13º FAM – Florianópolis Audiovisual Mercosul (SC)

2009 –6º MoVa Caparaó (ES) 

2009 –Visões Periféricas (RJ) 

2009 –19° Cine Ceará (CE) – Festival Ibero Americano de Cinema de Animação

2009 – 7° Festival Internacional de Cinema Infantil (RJ) – Rio de Janeiro, Niterói, Brasília, São Paulo, Campinas, Belo Horizonte, Recife, Salvador e Aracaju

2009 – II Curta Taquary – Festival Nacional de vídeos de curta-metragem (PE) – Prêmio: Menção Honrosa pelo valor social do projeto em formar cidadãos através do audiovisual;  

2009 – 20º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo (SP) Seção KinoOikos – Mostra Formação do Olhar  – Prêmio: Troféu Luiz Orlando da Silva (oferecido para o curta-metragem de maior contribuição ao desenvolvimento da linguagem, do cinema e do cineclubismo brasileiro, de acordo com a opinião do Centro Cineclubista de São Paulo – CECISP – além do troféu, o premiado percorrerá um circuito de exibição em cineclubes);

2009 – Festival de Cultura e Arte L’Espirito Poitou (mostra capixaba na França) –  França

2009 – International Film Festival Hannover (Alemanha) 

2009 – Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro (RJ) – Curta Cinema 2009 – Programa Especial Oficinas

2009 – Festival Favela É Isso Aí (MG) – Belo Horizonte e Cidades Parceiras 

2009 – 6º Amazon Film Festival – Mostra Curumins (convidado) – Manaus – Amazonas

2010 – 1º Festival de Cinema de Ribeirão Pires “Um Novo Olhar” – Ribeirão Pires – São Paulo

2010 – 33º Festival Guarnicê de Cinema em São Luiz, Maranhão;

2010 – V edição do Comunicurtas UEPB, na Mostra Competitiva BRASIL  em Campina Grande, na Paraíba;

2010 – 6° Festival de Cinema Latino-americano e do Caribe (CINEMAISSÍ/CINEMAISSITO 2010) – Filmes para crianças – Helsinki, Finlândia

2010 – V Mostra Curta Audiovisual da Associação Amigos do Museu da Imagem e do Som de Campinas – Campinas – SP

2010 – 9° Festival Internacional de Cine “Nueva Mirada” para la Infancia y la Juventud – Buenos Aires – Argentina

2013 – Seleção da Mostra Amazônica – Mostra Não-Competitiva – Mostra Animação

As Curvas de Niemeyer

A menina Estela embarca numa nave do tempo junto com Oscar Niemeyer, um dos mais importantes arquitetos modernos do mundo, para descobrir as principais obras do artista em uma aventura fantástica de curvas e cores.

Projeto Animação

10 minutos |  Animação |  35mm |  2010 Cor  |  ES

Técnicas Utilizadas

2D, Pixilation, Recorte, Stop Motion

Cine Educação

Nossa cartilha propõe atividades
referentes a este filme.

 Roteiro e Direção
Alunos da Rede Municipal de Vitória

Animação
Alunos de Rede Municipal de Vitória

Orientação de Roteiro
Luelane Correa

Orientação de Animação
Rosaria
Ariane Piñeiro
Marinéia Anatório

Produtora Executiva
Beatriz Lindenberg

Direção de Produção
Lucia Caus

Coordenação Administrativa
Patricia Cortes

Equipe de Produção
Dominique Mendonça
Gabriela Nogueira
Guilherme Fontana
Larissa Delbone
Sheila Shunck
Junior Luz

Assessoria de Comunicação
Marialina Antolini
Silvio Alencar
Simony Leite Siqueira

Animações Adicionais/ Tratamento de Imagens
Ariane Piñeiro
Benício Ramos
Marinéia Anatório

Finalização e Edição
Érica Valle

Assistentes de Finalização
Nardo de Oliveira
Nildo Neves

Trilha Sonora, Gravação e Mixagem
Pedro de Alcântara

Sonoplastia
Greco Nogueira

Making Of
Felipe Neves
Nildo Neves
Orlando da Rosa
Farya

Créditos
Hélio Coelho

2010 – 17° Vitória Cine Vídeo – Lançamento – Vitória (ES)

2011 – 6ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto (MG) 

2011 – 10ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis (SC) 

2011 – 2º Inconfidentes Festival Nacional de Cinema e Vídeo – Mariana (MG)

2011 – 8° Festival de Cinema de Maringá (PR)

2011 – 5º Visões Periféricas – Rio de Janeiro

2011 – Festival Tela Digital – São Paulo (SP)

2011 – 4º Curta Taquary – Taquaritinga do Norte (PE) 

2012 – 8ª Mostra Independente da ABD Capixaba – Mostra Janelas no Cine Metrópolis (Ufes). Vitória, Espírito Santo

2012 – Cinesul 2012 – Mostra Temática

2012 – Festival Anima Mundi

2012 – Mostra Competitiva Brasil da VII edição do Comunicurtas UEPB – Festival Audiovisual de Campina Grande

2012 – Dia Internacional da Animação 2012 (Programação Vitória) no Cine Jardins, em Vitória. Exibição com audiodescrição

2012 – 1º Festival de Cinema e TV Independente de Muqui – Muqui (ES). Menção Honrosa;

2012 – 3º Festival Nacional de Cinema de Petrópolis – Rio de Janeiro;

2012 – IV Encontro de Audiodescrição Imagens que Falam – (As Curvas de Niemeyer – com audiodescrição) Rio de Janeiro

2013 – Festival de Animação do Agreste (Animacine) – Mostra Formação – Gravatá, Caruaru e Bezerros (Pernambuco); 

2013 – 1ª Mostra de Curtas de Animação de Bauru – I AnimaBru – em Bauru (São Paulo)

2013 – 10ª Mostra Cinema Popular Brasileiro – Nova Friburgo – Rio de Janeiro

O Bruxo do Cosme Velho

Uma viagem mágica até o coração e a mente de um dos mais importantes escritores brasileiros, Machado de Assis.

Projeto Animação

Animação |  18’18” |  2015 |  Cor  |  ES

Cine Educação

Nossa cartilha propõe atividades
referentes a este filme.

Roteiro, Direção e Animações
Alunos do Projeto Animação

Coordenação do Projeto Animação
Beatriz Lindenberg

Orientação de Roteiro
Luelane Corrêa

Orientação de Animação
Rosaria
Ariane Piñeiro
Marcelo Perin
Marinéia Anatório

Tratamento de Imagens
Núcleo Animazul

Edição e Finalização
Érica Valle

Trilha Sonora Original
Pedro de Alcântara

Narrações
Arthur Peralta
Daniel Soares
Lucca Alcuri
Fernanda Machado

Produção das Oficinas
Yvana Belchior
Gabriela Nogueira

Fotos
Gustavo Louzada

XI Cinefest Gato Preto – SP

9º Festival de Cinema Curta Cabo Frio – RJ

4º FECIN – Festival de TV e Cinema do Interior – ES

2º Festival de Cinema de Três Passos – Ideias Vertentes – RS

XI Mostra Produção Independente – CENÁRIOS

II Edição Cine Jardim – Festival de Cinema de Belo Jardim – PE

6º CURTA COREMAS – Festival  do Audiovisual – PB

6º Festival Internacional de Animação de São Gonçalo – Anima-São

Nada, Nadador!

Inspirados no “Poema do Nadador”, do poeta Jorge Mateus de Lima (1893-1953), os alunos criam um curta-metragem de animação. 

Projeto Animação

Animação  |  15 minutos  |  ES  |  2015

Poema do Nadador

Jorge de Lima

A água é falsa, a água é boa.
Nada, nadador !
A água é mansa, a água é doida,
aqui é fria, ali é morna,
a água é fêmea.
Nada, nadador !
A água sobe, a água desce,
a água é mansa, a água é doida.
Nada, nadador !
A água te lambe, a água te abraça,
a água te leva, a água te mata.
Nada, nadador !
Senão , que restará de ti, nadador?
Nada, nadador.

Roteiro, Direção e Animações
Alunos do Projeto Animação

Produção Executiva
Beatriz Lindenberg

Orientação de Roteiro
Luelane Corrêa

Orientação de Animação
Rosaria
Marcelo Perin
Marinéia Anatório
Ariane Piñeiro

Direção de Arte
Rosaria

Produção das Oficinas
Yvana Belchior

Tratamento de Imagens
Núcleo Animazul
Ariane Piñeiro
Irson Barbosa
Marinéia Anatório

Animações Adicionais
Benício Ramos
Yara Vera

Edição e Finalização
Érica Valle

Trilha Sonora
O Grivo

Fotos
Gustavo Louzada

Making Of
Felipe Neves
Nardo Oliveira

XI Mostra Produção Independente – CENÁRIOS

3º Maranime – Festival Maranhense de Animação – MA 

4º FECIN – Festival de TV e Cinema do Interiror – ES

II Edição Cine Jardim – Festival de Cinema de Belo Jardim – PE

2º Cine.Ema – Festival de Cinema Ambiental e Sustentável de Cachoeiro de Itapemirim – ES

DIVERSA.COM.BR